QUANTO VOCÊ CUSTA?

Posted by doug | Posted in , | Posted on 17:07


Daniel 1.8 - E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.


Quanto vale meus princípios e valores? Por quanto eu me venderia, se é que eu me venderia?

Eu trabalho no marketing de uma rede de lojas, então sempre estou em contato com fornecedores para produção de material promocional. Estou aqui a apenas quatro meses. Antes eu trabalhava em agências de publicidade, passei por várias. E em todas elas, existe uma comissão que é adicionada em todas as negociações chamada BV (bonificação de venda). Algo comum no meio. Algumas empresas deixam de trabalhar com agências de publicidade e optam por ter um departamento de marketing, pois isso gera um custo bem menor para a empresa. Os proprietários da empresa, são meus amigos a alguns anos, e graças a essa amizade e confiança, eles me chamaram para trabalhar com eles e iniciar um departamento de marketing.
Na reunião de contratação, eles deixaram bem claro que um dos motivos era eliminar custo e agilizar os processos das campanhas, então, dei minha palavra de sempre fazer orçamentos lisos. Livres de BVs e qualquer outro tipo de bonificação. Assim nós teríamos custos bem mais baixos do que com uma agência, já que esses BVs giram em torno de 20% do valor final.
Deixando a aula de marketing de lado. Certa vez um fornecedor veio me oferecer o que ele chamou de “uma oferta irrecusável”. Disse ele: Eu cubro qualquer orçamento. E em Off, só entre gente, fecha comigo que eu pago pra você um BV de 20%, sem ninguém saber. Eu estava cotando com ele algumas impressões e ele disse: Nessas impressões te dou MIL REAIS. Agora, livre.

Confesso que na hora pensei seriamente naquela proposta. Mil reais, assim, do nada, livre, na minha conta. Já comecei a pensar nas contas que eu poderia pagar e nas coisas que eu poderia comprar. Diz aí, você não pensaria no assunto? Quem não precisa de Mil reais?

E isso seria só na primeira transação. Pois produzimos materiais quase todos os meses. Isso quer dizer que praticamente todos os meses eu ganharia “um por fora”.

Mas naquele momento de tentação, pensei: "O que eu to fazendo? Mil reais é o preço dos meus valores? Isso compra minha palavra? Meus princípios?"

Eu dei a minha palavra aos meus chefes, eles confiam em mim. E pior, eu não estaria traindo somente meus chefes e sim, Deus.

Ninguém saberia do dinheiro.

Ninguém?
E Deus?
Deus me deu aquele emprego, Ele me colocou onde estou e eu o trairia por Mil reais? Eu seria mais um Judas?

Confesso que não me senti mal de ficar tentado e sim, feliz por ter resistido aquela tentação.

Estamos cheios de “péssimos” modelos “cristãos” que mancham o nome de Deus se envolvendo nos mais absurdos escândalos por causa de $$$.

Mas e ai, eu serei como eles ou nadarei contra a maré?

De boa, prefiro nadar contra a maré, pois sei que em meio as ondas tenebrosas Deus vai estar comigo.

Me senti tentado, mas na minha pequenez, o mínimo que posso fazer é olhar pra Jesus e orar para que eu possa resistir sempre, pois sem Ele, nada será possível.

Alguns podem até me chamar de idiota, mas prefiro ter mil reais a menos na minha conta, e ter a certeza que Deus está feliz comigo, pois mesmo sendo um lixo, sendo o maior pecado que conheço, eu tento ser o melhor que posso, mesmo não sendo o suficiente.

Que nós possamos sempre resistir as tentações que a vida nos oferece, que possamos não nos contaminar com as iguarias que a vida nos oferece. Mas se cairmos, que possamos aprender com nossos erros para que na próxima vez, nós possamos fazer a coisa certa.

Não sei de você, mas minha vida com Cristo, não esta a venda e meu amor por Deus, não tem preço.

Eai, você quer Mil reais?


Doug.
Resistindo as tentações.

Comments (1)

Navegando por ai achei seu blog. Surpresa boa. Vou segui-lo a partir de agora. Quando tiver um tempinho, vá visitar meu blog também, o Genizah.

A paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/

Postar um comentário